(16) 3303-4777

0800 771 5914

Av. Dr. Gastão Vidigal, 295

Araraquara-SP

Escolha uma Página

O planejamento virtual é uma ferramenta que nos permite unir os dados clínicos dos pacientes, com seus exames de imagem volumétricos (tomografia computadorizada). Teremos, então, uma reprodução exata do paciente, em ambiente virtual e tridimensional, que nos permitirá simular todos os passos de sua cirurgia, integrando objetivos clínicos, funcionais, e diversas possibilidades cirúrgicas. Dessa maneira, aumentamos a previsibilidade do procedimento, vislumbramos o resultado final e nos preparamos para eventuais adversidades técnicas. Todos os movimentos que forem planejados serão transferidos para o ato cirúrgico através de guias customizados (impressos ou fresados).

 

Existem diversos tipos de planejamento virtual? Quais as modalidades utilizadas pela equipe da JRG? Qual o mais indicado?

Na verdade o que existem são maneiras diferentes de se planejar, mas o conceito teórico e técnico é bastante semelhante entre todos os métodos. Essa ferramenta faz parte de softwares especializados, disponibilizados atualmente por diversas marcas.
A partir do momento que temos a reprodução tridimensional do paciente no ambiente virtual, as maneiras de montagem e tratamento daquele paciente são diversas. A nossa equipe utiliza o planejamento virtual especificamente para cirurgias ortognáticas e cirurgias de prótese de ATM (articulação temporomandibular), mas existem funções para planejamento de cirurgias de implantes dentários, avaliações e simulações cefalométricas (2D), entre outras. Dessa forma, a maneira de conduzir o planejamento vai se apoiar na experiência clínica de cada cirurgião bucomaxilofacial, da sua linha de estudos, da sua técnica cirúrgica, e muitas vezes do objetivo final.

 

Como identificar um planejamento virtual mal feito?

O processo de montagem de um caso para planejamento virtual, em se tratando de cirurgia ortognática e/ou prótese de ATM, inclui várias etapas com igual importância e sensibilidade. Iniciamos com a transferência da tomografia para o software, e dependemos de um exame de imagem com alta qualidade, e que envolva toda a face do paciente. Precisamos também importar uma cópia de alta qualidade dos dentes do paciente, seja por escaneamento intra-oral das arcadas ou mesmo escaneamento de bancada dos modelos de gesso, e sobrepor esses arquivos sobre a tomografia 3D. Faremos então a montagem de um crânio composto (face, tecido mole, dentes), sobre o qual serão desenhadas as linhas cirúrgicas (cortes ósseos), e através do mesmo, o cirurgião fará as movimentações simulando as alterações esqueléticas que deseja. Todos os movimentos são milimétricos, controlados, e o resultado é instantaneamente visualizado. Além das etapas de montagem, o domínio das ferramentas de movimentação e a experiência clínica do cirurgião são fundamentais para que as alterações propostas sejam realmente reprodutíveis em campo cirúrgico, somadas a uma criteriosa análise dos eventuais obstáculos que algumas movimentações poderão impor ao procedimento. Erros em qualquer uma dessas etapas repercutirá em alterações no resultado final, funcional e estético do caso, e só assim um planejamento virtual mal feito será identificado.

 

Em que tipo de situação essa técnica é indicada?

Qualquer pessoa pode ser beneficiada por este procedimento, ou existe um grupo que não pode utilizar?
O planejamento virtual é utilizado por nossa equipe em 100% dos casos de cirurgia ortognática e prótese articular. Esse método é refém apenas da aquisição de softwares, e de treinamento e desenvolvimento pessoal com essas ferramentas.

 

Há quanto tempo existe esta técnica?

Os estudos e desenvolvimentos voltados para essa área odontológica (cirurgia ortognática), tiveram início dos anos 2000; mas foi na última década que se tornou uma realidade mundial. Apesar de ainda ser uma ferramenta que requer alto investimento, já está muito mais difundida no Brasil; e mesmo quem não utiliza, já se deparou com casos virtualmente planejados, já leu sobre o assunto ou já viu imagens nas redes sociais. A JRG Odontologia fez sua aquisição em 2008. Segue trecho do Dr João:
“Daniel e eu compramos a primeira configuração 3D de software para planejamento virtual de cirurgias no Congresso Americano de Cirurgia em Seattle, em 2008. Pagamos US$18.000 no cartão de crédito brasileiro. Na manhã seguinte fomos correr na academia do hotel para ajustar o fuso. Vimos pela janela um aglomerado de pessoas em frente ao banco Lehman Brothers as 5h da manhã. Era o começo da pior crise financeira global da história que acertou em cheio a economia nacional. Inicialmente foi uma preocupação, mas foi um investimento que valeu cada centavo. De lá pra cá a JRG Odontologia fez várias aquisições nessa linha de software para planejamento cirúrgico e hoje somos referência nacional em treinamento para profissionais que incorporaram a tríade: plan, design and print.”

 

Porque esta técnica precisou ser desenvolvida?

O desenvolvimento das diversas ferramentas tridimensionais cresceu na odontologia na sequencia do desenvolvimento tecnológico da área da saúde em geral. Exames de imagem mais complexos e completos foram surgindo, e precisamos de ferramentas para lidar com eles, e aproveitar ao máximo todas as informações que poderiam nos fornecer. De maneira alguma deixamos de valorizar o “tradicional”, inclusive ensinamos também em nossos cursos o planejamento com cirurgias de modelos de gesso em articuladores semi-ajustáveis. Achamos muito importante para a formação do bucomaxilofacial, de maneira que ele tenha uma base sólida de experiências e possa utilizar qualquer que seja sua ferramenta de escolha para reproduzir seu conhecimento de maneira virtual. O planejamento virtual possibilita um ganho de tempo importante ao cirurgião, evitando trabalhos em gesso/cera/resina; além de ser vinculado apenas à necessidade de um notebook, dando mais mobilidade/liberdade/acessibilidade ao cirurgião para realizar esse processo de onde estiver.

 

O que é possível prever num planejamento virtual?

O planejamento virtual permite a previsão e determinação de cada movimento cirúrgico que será realizado, com uma simulação tridimensional das estruturas ósseas e tecidos da face (nos casos de planejamentos de cirurgias ortognáticas e próteses de ATM). Todos os valores (milímetros e ângulos) são altamente acurados e levados ao momento cirúrgico através de guias cirúrgicos personalizados. Além de determinar o resultado final, permite que o cirurgião avalie a reprodutibilidade cirúrgica de cada movimento proposto, bem como os prováveis obstáculos cirúrgicos (como interferências ósseas, ajustes, gaps ósseos, entre outros).

 

Quais os benefícios para um paciente que é atendido por um especialista que utiliza este recurso?

Este recurso oferece, como disse acima, uma maior previsibilidade cirúrgica e do resultado final. Em muitos casos, podemos oferecer ao paciente a chance de ver essas movimentações, e avaliar sua mudança funcional e estética antes mesmo do procedimento cirúrgico. Acima de tudo, possibilita ao cirurgião um planejamento bastante detalhado, e um suporte pré-operatório importante, deixando o momento cirúrgico muito mais previsível e controlado.

 

Como faço para encontrar um especialista dessa área?

Atualmente, o número de cirurgiões bucomaxilofaciais que investem em programas tridimensionais para planejamento virtual vem crescendo bastante. Muitos adquirem algum dos softwares disponíveis para suas clínicas/empresas, e muitos trabalham com o sistema de consultoria/web meeting (oferecido por empresas desenvolvedoras/utilizadoras de determinados softwares). Certamente fazem a propaganda dessa ferramenta em suas redes sociais, sites, blogs, cursos.

 

Quem pode fazer um planejamento virtual?

Qualquer cirurgião pode ter acesso à essa tecnologia (através da compra de softwares ou consultoria). O importante é que seja assessorado por uma equipe com experiência na área, para que erros não sejam embutidos nas etapas de montagem, e para que as sugestões de movimentações e mudanças sejam clinicamente reprodutíveis, garantindo segurança e previsibilidade no tratamento.

 

Como identificar o melhor especialista?

Não existe a técnica mais correta, ou o melhor software. O importante é a experiência do cirurgião, a aplicabilidade clínica e constância no uso da tecnologia. O paciente deve questionar e se sentir seguro na escolha do seu dentista.

 

Por que eu procuraria a JRG e não uma outra clínica?

A JRG Odontologia têm sido há vários anos uma clínica de referência para cirurgia ortognática e cirurgias articulares (ATM/próteses). Desde o início aposta nas novas tecnologias, e nossa busca por excelência é sempre constante. Em se tratando de software de planejamento virtual, estamos nos dedicando à isso desde 2008. Efetivamente nesses últimos 3 anos, já foram mais de 300 casos planejados com essa ferramenta, 100% dos nosso casos particulares, de cursos e de consultoria com colegas parceiros. Nesse sistema de consultoria, recebemos os arquivos dos pacientes, de todas as regiões do país, e planejamos o caso em conjunto com o cirurgião responsável. Seja através de imagens, ou mesmo web meeting, conseguimos refinar os tratamentos com essa tecnologia, prever as cirurgias e facilitar o procedimento cirúrgico com previsibilidade. Além disso, utilizamos um software que nos dá livre controle dos casos; somos responsáveis por todas as etapas e assim garantimos a transparência e segurança em todo o processo. Nesse ano, estamos abrindo a nossa terceira turma para o curso de planejamento virtual, para que cirurgiões especialistas tenham a possibilidade de conhecer a ferramenta, aprender a nossa metodologia, e se tornarem independentes em seus casos (seja qual for o software de escolha). Contamos ainda com tecnologias adicionais, que somam e facilitam em nossa rotina, como o scanner de bancada para modelos (de gesso ou resina) e a impressora 3D (sistema de Estereolitografia por Processamento de Luz Digital – SLA DLP), para impressão dos guias cirúrgicos.

Sobre

Obrigado por nos visitar.

Nossa tecnologia conta com o sistema CAD/CAM que permite a reabilitação imediata devolvendo aos pacientes a harmonia do sorriso, a estética facial e a capacidade mastigatória em menos de 24 horas com implantes feitos sem a necessidade de incisões ou suturas.

Últimos Posts

Cirurgia Ortognática Completa

Cirurgia Ortognática Completa

Nesta sexta-feira, 30 de agosto, a equipe JRG realizou mais uma cirurgia ortognática completa (Maxila/ Mandíbula/ mento e implantes malares). Veja as imagens:

Siga-nos

 

2018 - JRG Odontologia - Desenvolvido por Wab.com.br